terça-feira, 23 de maio de 2017

Princesa de Pepel ( The Royals- Livro 1)

Título no Brasil:  Princesa de Papel
Título Original: Paper Princess
Autora: Erin Watt
Tradução:Regiane Winarski
Editora: essência
Páginas:368
Sinopse:
Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo. 

- - x - -

Princesa de papel foi um livro que achei por um acaso, ele me chamou atenção pela sua capa com detalhes dourados e sua sinopse que deixa qualquer um morrendo de vontade de ler. Se vale a pena? Digo que sim, vale!

A historia apesar de ser um pouco clichê (a menina pobre que vai para um mundo de ricos ,cheio de garotos maravilhosos e que sofre um bocado para se encontrar em meio a essa riqueza todo, sem contar as inimigas e afins) ela foi feita de uma forma muito envolvente e de uma leitura super fácil e gostosa, quando dei por mim já estava no final.

O mistério envolvendo tanto a vida da protagonista , Ella, quanto da historia dos cinco garotos da família Royal é o ponto mais forte da trama, sem eles o livro seria bem massante, mas graças a esses mistérios do passado e das personalidades dos protagonista fez com que o livro se tornou algo bem interessante e de uma certa forma conseguiu fugir um pouco daquele clichê que já foi falado.

Os personagens foram bem construídos e possuem personalidades bem forte e marcante o que faz em certos momentos você amar um deles e odiar o outro e em outra partes mudar de ideia completamente.

O livro é uma trilogia e vou ser sincera, apesar desse ter terminado deixando aquele ar de curiosidade, estou preocupada dele se tornar algo cansativo e repetitivo nos próximos dois livros. Como minha curiosidade é maior não vejo a hora de ler os próximos.


OBS.: Erin Watt é o pseudônimo usados pela união de duas autoras Elle Kennedy e Jen Frederick .

terça-feira, 9 de maio de 2017

2º Encontro de Fãs de Jane Austen - Rio de Janeiro


No último domingo, 07 de maio, tivemos nossa segunda edição do Encontro de Fãs de Jane Austen, acontecendo na Livraria da Travessa do Shopping Leblon. Nessa edição contamos mais uma vez com a organização e direção da garota de Pemberley Michelle Motta e da autora Laís Rodrigues, e o apoio da Livraria da Travessa e da nossa editora parceira Pedrazul. 


Nessa edição, mantivemos o foco nas influências de Jane Austen, os autores que a inspiraram e autores que foram inspirados por ela. Centralizamos o tema Orgulho e Preconceito, e comentamos algumas adaptações dessa obra quase divina! Confira:

Começamos falando sobre as autoras que com certeza estavam presentes na prateleira de Jane Austen.
 - Frances Burney - Autora de Camila, Cecília e Evelina, uma das autoras favoritas de Jane Austen e que foi grande inspiração em diversos dos temas das obras de Austen.
 - Ann Readcliff - Autora gótica em voga na época de Austen, homenageada com a obra A Abadia de Northanger.
 - Maria Edgenworth - Autora de Belinda, e que admirava e era admirada por Austen, cuja influência em seus escritos pode ser percebida quase de olhos fechados!

Passamos então a comentar sobre obras que foram inspiradas por Orgulho e Preconceito, obra mais conhecida da autora e que ganhou diversas adaptações:
 - O Diário de Mr. Darcy [Amanda Grange] - publicado pela Editora Pedrazul, essa adaptação vem em formato de diário trás anotações do próprio Willian Darcy, começando antes dos acontecimentos de Orgulho e Preconceito e nos apresentando talvez uma nova face desse herói já tão amado.
 - Morte em Pemberley [P.D. James] - é a aventura da Agatha Christie contemporânea (como é amplamente conhecida) dentro do universo de Jane Austen, nos inserindo num misterioso assassinato dentro da propriedade do Sr. Darcy às vésperas do baile anual de outono, alguns anos após seu casamento com Elizabeth.
 - O Diário Secreto de Lizzie Bennet [Barnie Su] - traz as emoções de Orgulho e Preconceito para os dias de hoje, um incrível desafio que foi deliciosamente cumprido, em formato de Vlog e Livro.
 - As Sombras de Longbourn [Jo Baker] - é a fusão de Downton Abbey e Orgulho e Preconceito, narrando os acontecimentos nos andares de baixo da casa da família Bennet que são simultâneos aos acontecimentos do livro original, dando um novo vislumbre à casa que já "visitamos" tantas e tantas vezes e dos acontecimentos de bastidores da obra favorita de grande parte de nós.
 - Orgulho e Preconceito e Zumbis [Seth Grahame-Smith] - é a adaptação mais controversa dos 200 anos de Orgulho e Preconceito! O livro, e posteriormente o filme, que recebeu elogios e chuvas de críticas traz zumbis ao universo de Austen, tornando nossos mocinhos caçadores de zumbis, e transformando em mortos-vivos alguns personagens tão conhecidos por nós em situações divertidas - outras nem tanto - e polêmicas.
 - Primeiras Impressões [Lais Rodrigues] - foi relançado pela Editora Arqueiro, trazendo os protagonistas Darcy e Elizabeth para o Brasil, dando um novo e moderno corpo ao romance clássico, deixando-o um pouco mais ensolarado!
Foto de uma das espectadoras.

Ao final, falamos um pouquinho de Elizabeth Gaskell, autora britânica fortemente influenciada por Jane Austen, e que escreveu grandes clássicos, como Norte e Sul/Margareth Hale, Cranford, O Chalé de Moorland e Esposas e Filhas. A autora será tema de um próximo encontro de fãs no rio de Janeiro.

Tivemos sorteio com Quiz especial, Bingo e Sessão de autógrafos. Um encontro divertido, leve, cheio de presentes para todos que queriam levar uma lembrancinha para casa!

E aguardem... vem mais por aí! 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Irmãos de Sangue

Título Original: Blood Brothers
Título no Brasil: Irmãos de Sangue
Autora:Nora Roberts
Tradução: Maria Clara de Biase
Editora:Arqueiro
Páginas:
288
Sinopse:
A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade. O que Caleb, Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca. Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra. Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa, Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade. Em Irmãos de sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.

- - X - -

Nesse livro a Nora Roberts me surpreendeu de todas as maneiras possíveis, estou acostumada com os seus romances que por sinal adoro, mas ainda não tinha lido nada dele nesse estilo de Irmão de Sangue. Nesse livro temos umas mistura de mistério, terror, é claro um pouco de romance e principalmente um forte laço de amizade e companheirismo.

A narrativa é muito bem feita,os relatos dos fenômenos e mistérios são de causar arrepios de tão bem detalhados e o enredo possui um desenrolar muito gostoso, apesar de aterrorizante em alguns momentos, a historia flui e em cada página uma nova surpresa de te espera. E para falar a verdade a curiosidade para saber como tudo vai se resolver é imensa que não sei como vou fazer para esperar a continuação, Imãos de Sangue é o primeiro livro da trilogia A Sina do Sete e por ser o primeiro fiquei preocupada de ser um pouco cansativo e ficar enrolando com a narrativa, mas muito pelo contrario ele já foi maravilhoso e os próximos prometem ser ainda melhor.

O mistério que envolve a historia dos amigos Calab, Fox e Gage mistura fatos do presente com diversos acontecimentos do passado e o que eu mais amei no livro é o fato dele mostrar como são esses personagens e não ficar só focado nos demônios e no enredo aterrorizante, cada personagem é muito bem desenvolvido e durante o livro conseguimos acompanhar a vida deles e ver o crescimento deles e da amizade que envolve os três.


Para quem está procurando um livro com um bom mistério e terror esse é super indicado. E agora só ficar aguardando a continuação para saber como tudo isso termina.